Agência Câmara

A bancada do PSDB na Câmara elegeu na tarde desta quarta-feira, 16, o deputado federal Antonio Imbassahy como líder em 2016, posto que ocupou em 2014. O tucano recebeu 28 votos, enquanto o deputado Jutahy Junior, com quem concorreuteve 23. Imbassahy substituirá o atual líder, Carlos Sampaio (SP)

Questionado pela imprensa sobre as perspectivas para voltar a liderar a bancada, atualmente com 53 integrantes, Imbassahy primeiramente reconheceu o trabalho de Sampaio, classificado por ele de “notável”. “Sua conduta neste momento da vida nacional o coloca na história do país”, elogiou. O parlamentar destacou ainda a qualidade da bancada do PSDB, que ele considera diferenciada.

Para ele, o fato de ter ocorrido uma disputa interna reflete esta qualidade. Para Imbassahy, Jutahy orgulha o Congresso e o estado da Bahia. “O nosso comportamento não foi de disputa, nada que pudesse revelar que existe uma divisão. Isso não existe e desse processo todos saímos engrandecidos”, ponderou. 

 “Temos uma bancada coesa, de caráter e com espírito público, que defende um país melhor para as próximas gerações”, completou.

Indagado sobre o delicado momento político e econômico pelo qual o Brasil atravessa, o tucano prevê que a perspectiva para os próximos meses é de muita turbulência. “A presidente mentiu aos brasileiros, destruiu a economia, trouxe de volta a inflação e o desemprego aumenta a cada dia. Além disso, o partido dela está em decadência plena. Também falta credibilidade ao governo, que está sem rumo”, completou. Ao comentar o processo de impeachment em curso, Imbassahy disse que o PSDB apontará rumos e posições à medida em que o processo for acontecendo. 

“Caso o vice assuma, temos que contribuir com o país, como sempre o PSDB tem feito. Em uma democracia, a oposição sempre qualifica o governo, mas no caso do atual governo, nada o tem qualificado. Se o Temer assumir, vamos contribuir aqui no Congresso para que encontre os rumos para o país. A definição sobre o apoio ou não num eventual governo Temer é algo que terá que ser debatido, discutido amplamente com todo o partido”, declarou. 

Em relação à situação do presidente da Câmara, Imbassahy disse que a posição do PSDB é a mesma em relação a ele. “Temos uma postura efetiva pelo afastamento dele, que tem sido defendida pelo atual líder e que expressa a opinião de toda a bancada.

 


banner adv

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player